Colunistas - Rodolfo Bonventti

Uma atração criada para resgatar os bons momentos da programação da TV Globo

31 de Março de 2021

A ideia, portanto, de uma atração que resgatasse essa breve memória caiu muito bem na direção da emissora, e assim, em 20 de março de 1983, estreava o primeiro programa, comandado pela atriz Tássia Camargo.

Vídeo Show 1983 - Tássia Camargo

Inicialmente exibido nas tardes de domingo, a grande atração do programa, no inicio, era ter um convidado especial que respondia a perguntas dos telespectadores sobre a sua carreira e escolhia cenas de programas ou novelas que havia participado para serem exibidas.

Desde o primeiro programa, o “Vídeo Show” mostrou que tinha fôlego e poderia ser uma excelente oportunidade para, de uma forma lúdica, a emissora divulgar seus programas, suas novelas e os artistas que estavam sob contrato com ela.Fôlego efetivamente o programa teve, tanto que ficou 36 anos no ar, passando por muitas fases e com mais de 20 apresentadores diferentes, com cada um deles imprimindo um novo ritmo à atração.

Entre os vários apresentadores, passaram pelo programa nomes como os de Tássia Camargo, Marcelo Tas, Miguel Falabella, Cissa Guimarães, Renata Ceribelli, André Marques, Angélica, Luigi Baricelli, Ana Furtado, Otaviano Costa, Susana Vieira e Monica Iozzi.

Ainda na década de 1980, o programa passou a ser exibido nas tardes de sábado e em agosto de 1987, Miguel Falabella assumiu o comando da atração que passou a ter um especial aos sábados e programas inéditos de segunda a sexta-feira. A partir de 1989, Cissa Guimarães assumiu as reportagens e alguns quadros especiais e aí formou-se a dupla preferida dos telespectadores em mais de 30 anos do programa, a formada por Falabella e Cissa.

Um dos quadros mais tradicionais e de maior sucesso do “Vídeo Show” sempre foi o “Túnel do Tempo”, criado em abril de 1991, onde a emissora relembrava os acontecimentos e os momentos mais marcantes da emissora em anos anteriores.

Novas músicas e vinhetas intercalando as reportagens foram uma constância nas mudanças implantadas, em média, a cada dois anos. Outros quadros que fizeram a história do programa foram o “Fora do Ar”, retratando a intimidade dos astros da televisão; o “Em Estúdio”, que mostrava entrevistas com músicos e cantores sobre seus novos trabalhos; o “Antes da Fama”, em que artistas recordavam suas profissões anteriores e o “Álbum de Família”, no qual um artista era convidado a apresentar suas fotos particulares, além do “Troféu Video Show”, que premiava as celebridades.

O ator André Marques foi outro que ficou muitos anos à frente da revista eletrônica da TV Globo, exatos 13 anos, abandonando inclusive sua carreira de ator para ficar só à frente da atração diária.O “Video Show” encerrou sua carreira na tela da TV Globo em 11 de janeiro de 2019.

Comentários
Assista ao vídeo
cture-in-picture" allowfullscreen>