Colaboradores - Rodrigo Pagliani

Criança sem diagnóstico preocupa os pais na região de Dobrada-SP

13 de Outubro de 2021

Mylena da Silva Cabral, de 3 anos, possui epilepsia, crises fortes de controle e hipotonia, porém ainda permanece sem diagnóstico exato!

Por Pedro Felício

Paulo Cabral de Oliveira, de 40 anos, morador do município de Dobrada, no interior de SP, é pai da pequena Mylena da Silva Cabral, de 3 anos e 8 meses. Ele publicou um vídeo, nesta última segunda feira, pedindo ajuda para poder dar o tratamento adequado a sua filha, que sofre de severas crises, porém, ainda não tendo um diagnóstico preciso. Os pais já tentaram fazer a menina ser encaminhada várias vezes para diversas clínicas através do SUS, mas não obtiveram respostas e a situação se agrava, pois, Mylena está já há algum tempo sem ser consultada por conta da pandemia.

De acordo com os pais, as dificuldades já começaram a surgir em seus primeiros meses de vida. Mylena nasceu prematura de 8 meses, no 1º mês começou os engasgamentos por acumulo de saliva que viriam a se intensificar nos próximos meses. No 6 º mês, o choro passou a ser mais presente e forte. No 7 º mês, Mylena chegou a ter quase 100 crises convulsivas por dia. Atualmente, ela sofre de várias crises de epilepsia e convulsão, dificuldade para respirar por conta do peso, inchações no quadril que também precisarão de cirurgia, etc.

O tratamento ideal seria em uma clínica de reabilitação, mas os custos são excessivamente altos para este tipo de recuperaçã. Por este motivo, Paulo publicou um vídeo solicitando ajuda para todos que assistirem onde ele explica a situação toda. Além disso, a família precisa de uma cadeira de rodas e cama nova para Mylena, um guincho transferência, um parapodium, entre inúmeras outras necessidades que, na ausência, podem se tornar mais um empecilho para sua recuperação.

Para ajudar Mylena a obter o tratamento ideal, a familia disponibilizou o pix para doações. PIX: (16) 994457601

Comentários
Assista ao vídeo
cture-in-picture" allowfullscreen>