Cultura -

Nossa Senhora Aparecida: a santa por trás do 12 de Outubro

11 de Outubro de 2021

Muitos brasileiros comemoram dois eventos no dia 12 de Outubro, o dia das crianças e o dia de Nossa Senhora Aparecida, santa que se tornou padroeira do Brasil. Mas você sabe por que comemoramos? 

Por Pedro Felício

O ano era 1717 quando os pescadores Domingos Garcia, Filipe Pedroso e João Alves saíram para pescar em busca de preparar um banquete para a comitiva do governador dom Pedro Miguel de Almeida, conde de Assumar, que sempre passava por Guaratinguetá (SP) em suas viagens para Vila Rica (MG). Os pescadores fizeram uma reza à Mãe de Deus antes para obterem sorte, entretanto, o tempo não era de pesca. Eles ficaram horas tentando e nem um peixe sequer apareceu. Foi quando João Alves percebeu algo quando havia lançado a rede novamente na água, era a imagem do corpo de Nossa Senhora da Conceição, porém sem a parte da cabeça. As redes foram jogadas mais uma vez e finalmente os homens conseguem recuperar a cabeça da santa. Após o acontecimento, surpreendentemente, os peixes começaram a surgir cada vez mais e mais até o ponto dos pescadores não conseguirem pegar mais nenhum com perigo de afundar o barco por conta do peso.

A estátua representava Nossa Senhora da Conceição, porém, estava diferente, coberta de lama e sujeita do rio. Foi neste momento que um novo nome aparece, Nossa Senhora da Conceição Aparecida, ou apenas Nossa Senhora Aparecida. A palavra "Aparecida" fazendo referência a maneira que a estátua apareceu, de forma espontânea. 

Filipe Pedroso fica com a santa em sua casa durante 15 anos. Nesse meio tempo, todos os moradores compareciam a casa de Filipe para orar em frente a imagem divina e histórias de milagres envolvendo os devotos da santa começaram a se tornar corriqueiros. Este fato deu origem a um costume religioso que existe até os dias de hoje que são as inúmeras representações da Nossa Senhora nos lares de todo brasileiro ou, também, quando alguém é escolhido pelo padre de sua igreja a passar alguns dias com a estátua em sua residência. 

Com o tempo, importantes registros ocorreram como a construção da primeira capela em homenagem à santa, em 1745; a coroação da santa usando a coroa doada por Princesa Isabel, em 1904; o decreto que transformou a Santa em rainha e padroeira do Brasil em 1930 e, por fim, a criação da data comemorativa feita pelo papa Pio XII (sucessor de Pio XI, que decretou a santa como padroeira nacional) em 1954. Porém, foi apenas em 1980 que o ex-presidente, João Batista Figueiredo, decretou oficialmente feriado no dia 12 de Outubro.

A imagem é representada pela santa de mãos postas em oração, que pode ser interpretado como um gesto de intercessão e fidelidade. Abaixo, envolvendo o manto, ela possui uma fita na cintura que representa a gravidez, acompanhada por um sorriso calmo e sereno retratando sua satisfação por carregar no ventre, o filho de Deus. 

Foto: Santuário Nacional
Comentários
Assista ao vídeo
cture-in-picture" allowfullscreen>