Cultura - Música

De volta ao palco, banda Somos Tão Jovens faz primeiro show musical no Pedro II desde a pandemia

6 de Outubro de 2021

Com lugares limitados, Show Tributo Somos Tão Jovens | XXV – O Reencontro é uma homenagem aos 25 anos da partida de Renato Russo, que serão completados no próximo dia 11 de outubro

Após um intervalo sem o contato direto com o público, em função da pandemia, a banda ribeirão-pretana Somos Tão Jovens afina instrumentos, acerta o tom e prepara novos acordes para subir ao palco do Theatro Pedro II, no próximo dia 11 de outubro, a partir das 20h, para um show exclusivo que marca tanto a retomada das apresentações presenciais, como a lembrança dos 25 anos da partida de Renato Russo, um dos mais emblemáticos artistas da história recente do rock brasileiro e vocalista da banda Legião Urbana.

Para esse reencontro com a plateia, Sérgio Missão (vocalista), Evandro Grili (guitarra e violão), Eduardo de Lucca (contrabaixo), Sandro Rezende (guitarra), e Victor Grilli (bateria), escolheram um repertório pontual, com as principais canções que tornaram a banda brasiliense Legião Urbana, sob a liderança vocal de Renato Russo, sucesso nacional e internacional.

Músicas que marcaram a fase final da carreira de Russo também integram o roteiro. Mais um tributo, obedecendo ao DNA da Somos Tão Jovens. Vale lembrar que o primeiro tributo foi lançado pela banda há exatos cinco anos e, de lá para cá, foi visto e aplaudido por plateias de diferentes cidades em todo o Brasil, em mais de 50 apresentações.

De acordo com o guitarrista Evandro Grili, a expectativa para o show é grande. “O músico vive de seu encontro com o público e nos últimos 18 meses fizemos somente dois shows presenciais. Estamos com muita vontade de rever as pessoas, sentir o calor do público, ouvir o coro do canto das músicas”, empolga-se Grili. 

A experiência de volta ao palco seguirá todos os protocolos de segurança preconizados pelas autoridades sanitárias, como aferição de temperatura, disponibilidade de álcool em gel saguão do teatro, uso obrigatório de máscaras e lugares intercalados preservando o distanciamento necessário.

Gerações

Com exceção do baterista Victor Grili - filho do guitarrista Evandro - todos os integrantes da Somos Tão Jovens carregam lembranças muito vivas de Renato Russo porque viveram em tempo real a aparição, ascensão e sucesso da Legião Urbana, assim como o fim do grupo com a morte do vocalista, em 1996. 

Victor, que compôs seu conhecimento e admiração pelo trabalho de Russo a partir dos pais, da convivência com outros fãs do cantor e do resgate de vídeos pela internet, diz que participar do projeto é uma experiência importante para sua trajetória como músico.

Essa mescla de gerações que estará no palco também é aguardada para a plateia no Theatro Pedro II, uma vez que Renato Russo morreu jovem e deixou uma legião de fãs que amadureceu sem descuidar de replicar o legado musical do rockeiro para os filhos, garantindo a perpetuação do sucesso de hits como Tempo Perdido, Quase sem Querer, Ainda é Cedo, Pais e Filhos, Eduardo e Mônica, Que país é este, Índios, Faroeste Caboclo, Monte Castelo e muitas outras músicas que seguem sendo cantadas por quem conheceu Russo em vida e pelos novos fãs que só o conheceram pela tradição oral e por arquivos de imagens e áudios.

“O Renato protagonizou a odisséia da maior banda de rock que o Brasil conheceu. Ninguém tem um público como a Legião tem, 35 anos depois de sua fundação e 25 anos depois de seu fim. A mensagem é muito forte e atualíssima e vai continuar por outras gerações. A obra da Legião atinge a todos”, afirma Sérgio Missão. 

Para o vocalista da banda, Renato Russo foi um letrista inigualável. “Ele escreveu músicas que falavam da realidade política do país, dos sentimentos, das emoções, dos sonhos. Letras escritas com o coração, cativando uma geração inteira”. “E hoje, essas mesmas letras continuam influenciando o público, porque seguem atuais”, acrescenta o baixista Eduardo De Lucca. “Renato encontrou uma fórmula de usar a linguagem romântica e politizada, ou seja, falando para todas as gerações porque suas canções sempre vão se encaixar em alguma questão atual”, completa o guitarrista Sandro Rezende.

Ingressos à venda na bilheteria do Theatro Pedro II, Rua Álvares Cabral, 370, no centro; na Guitar Music Shop, localizada na R. Couto Magalhães, 322 - Alto da Boa Vista e também on-line pelo endereço https://bit.ly/3uojFxq. Os ingressos variam de R$ 35,00 a R$ 100,00, considerando entradas inteiras e meias (válidas para estudantes, idosos, professores da rede pública, com apresentação de documentos na entrada).

SERVIÇO

Evento: Show Tributo Somos Tão Jovens | XXV – O Reencontro

Data: 11/10/2021

Horário: 20h

Local: Theatro Pedro II | Rua Álvares Cabral, 370 (Centro), Ribeirão Preto/SP

Classificação: livre

Valor dos ingressos:

R$ 70 / 35 (balcão simples)

R$ 80 / 40 (balcão nobre)

R$ 90 / 45 (frisas)

R$ 100 / 50 (plateia)

Os assentos estão limitados a 600 lugares, seguindo determinações do Theatro e protocolos sanitários de segurança.

Comentários
Assista ao vídeo
cture-in-picture" allowfullscreen>