Notícias -

USP e Sesc São Paulo promovem Ação Contra a Fome e pela Cidadania no dia 2 de outubro

1 de Outubro de 2021

USP na Comunidade, da Universidade de São Paulo, e Mesa Brasil, do Sesc SP, somam forças em iniciativa para doação de alimentos não perecíveis, atividades  sociais, de saúde e educacionais

A Ação conjunta acontece no sábado (02/10), das 08h às 17h, na Praça do Relógio  Solar, dentro do campus da USP e recebe doações que serão destinadas às  instituições cadastradas no programa Mesa Brasil.

Foto: Ricardo Ferreira

A USP (Universidade de São Paulo), por meio do  Programa USP Municípios e da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária, e o  Sesc São Paulo promovem, no próximo sábado, 2 de outubro, a Ação Contra a Fome e  pela Cidadania, com objetivo de recolher alimentos não perecíveis, que serão  destinados a doações, além de atividades gratuitas voltadas à saúde e educação. A  iniciativa, em solidariedade ao aumento da população em situação de vulnerabilidade  social, disponibilizará uma estrutura dentro do campus da Universidade de São Paulo,  localizada na Praça do Relógio Solar, próximo à Reitoria.  

Logo após o recolhimento, os alimentos serão direcionados via caminhões a entidades  cadastradas no Mesa Brasil, programa criado há 26 anos pelo Sesc São Paulo. Para  doar, basta comparecer à tenda de doações, de carro ou a pé, entre 08h e 17h - o uso  de máscara será obrigatório e todos os demais protocolos de distanciamento social e  higienização serão igualmente adotados. 

"A pandemia da covid-19 escancarou a desigualdade existente na sociedade brasileira,  nos mostrando a realidade de uma parcela da população que, mais do que insegurança  alimentar, estão com insuficiência de comida. Para esta importante ação que  promovemos junto com o Sesc São Paulo, queremos contar com a participação de  nossa comunidade universitária, bem como da sociedade em geral, para nos ajudar a  minimizar esta tragédia social que vivemos todos os dias", destaca o reitor da USP,  Vahan Agopyan. 

Desde o início da pandemia, de março de 2020 a abril de 2021, o programa coletou,  selecionou, transportou e distribuiu mais de 8,2 mil toneladas de alimentos e 520  toneladas de produtos de higiene e limpeza.

Articulado sob uma perspectiva transversal, que une alimentação, sustentabilidade,  valorização social e educação não formal, “O Mesa Brasil é norteado pelo conceito de  segurança alimentar, que trata do direito de todos ao acesso regular a uma  alimentação segura, com higiene, em quantidade suficiente e permanente”, afirma  Danilo Miranda, diretor do Sesc São Paulo. 

Ainda no próprio sábado (02/10), e no mesmo local, serão promovidas ações do  projeto USP na Comunidade, da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária, que  tem o objetivo de levar ações desenvolvidas por pesquisadores, alunos e servidores da  Universidade para toda a população do Estado de São Paulo. Por meio das recém 

lançadas unidades móveis Saúde e Ciência e Cultura e Educação, equipadas com salas  de aula e telas de projeção para apresentações externas, o projeto USP na  Comunidade oferecerá programação e atividades gratuitas à população de todas as  idades. Além das estruturas móveis, as atividades contarão com tendas de apoio. 

A unidade móvel Saúde e Ciência oferecerá oficinas de biossegurança, orientação com  profissionais de saúde, testes rápidos de HIV, sífilis, hepatite B e C e covid-19, além de  aferição de pressão e glicemia, exibição de vídeos e distribuição de material educativo. Já a carreta Cultura e Educação promoverá atividades do projeto Matemateca, que  tem exposição interativa e lúdica com parte do acervo do Instituto de Matemática e  Estatística (IME), provocando a curiosidade dos visitantes a partir de peças criativas e  desafiantes.  

A Ação Contra a Fome e pela Cidadania será a segunda iniciativa entre as instituições  parceiras, que, em junho deste ano, já haviam realizado no Museu do Ipiranga o Drive  Thru da Solidariedade. Em 2021, as ações sociais já arrecadaram pelo Mesa Brasil mais de duas toneladas de alimentos, contribuindo com mais de 120 mil instituições  cadastradas no programa.  

“A USP é muito presente nas cidades em que estão localizados seus campi, e a essência  deste projeto é levar a Universidade também para as comunidades ao nosso entorno.  Essas carretas vão levar a educação, a cultura e o conhecimento capazes de  transformar a realidade”, explica Antonio Carlos Hernandes, vice-reitor da USP e  coordenador do Programa USP Municípios. 

A Ação Contra a Fome e pela Cidadania é uma iniciativa conjunta da USP, por meio  dos programas USP Municípios e USP na Comunidade, e Sesc São Paulo. 

Sobre o USP na Comunidade 

O projeto USP na Comunidade tem o objetivo de levar ações desenvolvidas por  pesquisadores, alunos e servidores da Universidade para toda a população do Estado  de São Paulo, por meio de duas unidades móveis equipadas com salas de aula e telas de projeção para apresentações externas, e capazes de transportar uma ampla  variedade de materiais didáticos e científicos. 

As atividades propostas pelas unidades deverão ser baseadas nos Objetivos de  Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU),  promover a integração com as comunidades locais e contribuir para melhoria na  qualidade de vida de toda a população. 

Sobre o USP Municípios 

Lançado no final de 2018, o Programa USP Municípios é coordenado pela Vice-Reitoria  da Universidade e propõe a criação de ambientes de inovação, pesquisa de novas  vocações e modernização da economia local, a disseminação do empreendedorismo e  da qualificação profissional, o fomento da educação, esporte, lazer e práticas  saudáveis. Desde que foi lançado, o Programa USP Municípios já estabeleceu parcerias  com as Prefeituras de Pirassununga e Ibitinga, além de outras cidades que já  manifestaram interesse. 

Sobre a USP  

Criada em 1934, USP é uma universidade pública, mantida pelo Estado de São Paulo e  ligada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico. O talento e dedicação dos  docentes, alunos e funcionários têm sido reconhecidos por diferentes rankings  mundiais, criados para medir a qualidade das universidades a partir de diversos  critérios, principalmente os relacionados à produtividade científica. 

Sua graduação é formada por 183 cursos, dedicados a todas as áreas do  conhecimento, distribuídos em 42 unidades de ensino e pesquisa, com mais de 58 mil  alunos. A pós-graduação é composta por 239 programas, com cerca de 30 mil  matriculados. Atualmente, a USP é responsável por mais de 20% da produção científica  brasileira. 

Para desenvolver suas atividades, a USP conta com diversos campi, distribuídos pelas  cidades de São Paulo, Bauru, Lorena, Piracicaba, Pirassununga, Ribeirão Preto, Santos,  São Carlos, além de unidades de ensino, museus e centros de pesquisa situados fora  desses espaços e em diferentes municípios. 

Comentários
Assista ao vídeo
cture-in-picture" allowfullscreen>