Cultura - Teatro

Rose, a Doméstica do Brasil

14 de Setembro de 2021

Rose é uma mulher batalhadora que ficou famosa por se tornar a doméstica dos gays depois que postou vídeos na internet cantando paródias das músicas da consagrada cantora pop Beyoncé. No espetáculo ela relembra sua história antes de ficar famosa: a infância, seus filhos, suas desilusões amorosas e sonhos, contados com muita música ao vivo.

“Rose apresenta uma narrativa simples e descontraída, como se estivéssemos falando com uma velha conhecida que entre uma espanada e outra, um sonho e outro, divide conosco o seu mundo”, diz Adriana Soares, diretora do espetáculo.

A personagem protagonista do espetáculo, além de rodar o Brasil no teatro, está presente na internet, com seus clipes icônicos, e na TV, nas séries “Baby e Rose” e “Treme-Treme” do canal Multishow.

Sobre a Personagem

Rose poderia ser Maria, Joana, Helena, Cláudia e tantas outras mulheres brasileiras. Rose é o retrato da dona de casa do interior mineiro com seus conflitos e problemas típicos de mãe: filhos, marido, casa, dentre tantos outros. Rose é empregada doméstica, mas suas ideias fora do comum de sua cidade e amigos a fizeram se especializar em um tipo inusitado de faxina: começou a fazer sucesso e trabalhar apenas na casa de gays. Lindsay Paulino, intérprete da personagem, conta que o primeiro vídeo de Rose foi feito para os amigos e sem pretensão alguma de fazer sucesso. Mas a personagem foi crescendo, outros vídeos foram criados e ela se tornou muito conhecida na internet, o que refletiu em seu sucesso nos palcos e, posteriormente, na TV.

A história é inventada, mas é tudo verdade.

Sempre tendo como referência a infância, a família, os vizinhos e vários outros personagens que cruzam nossas vidas e nunca mais deixam nossa imaginação, Lindsay Paulino e a diretora Adriana Soares, entre risos escandalosos e profunda identificação com a Rose, enveredaram em descobrir o rumo para onde estas estórias iriam levar. “Rose apresenta uma narrativa simples e descontraída, como se estivéssemos falando com uma velha conhecida que entre uma espanada e outra, um sonho e outro, divide conosco o seu mundo”, diz Adriana. Soares ainda completa: “O espetáculo “Rose, a doméstica do Brasil”, com certeza já estava pronto na cabeça do ator-criador Lindsay Paulino, que com coragem, muita dedicação e confiança deu à personagem, que já existe há tanto tempo, ainda mais sentido e forma”.

Público

“Rose, a doméstica do Brasil”, sucesso de público e crítica em Minas Gerais, completou mais de 200 apresentações em 4 anos em cartaz na capital do estado. O espetáculo segue sua trajetória de sucesso em São Paulo, onde já teve lotação esgotada em quatro temporadas nos anos de 2016, 2017 e 2018.

Recentemente em Belo Horizonte, Lindsay Paulino lotou o renomado Palácio das Artes em sessão comemorativa do espetáculo.

Mais de 100 mil pessoas, adolescentes, adultos e idosos de todo o Brasil, já se divertiram com o espetáculo.

Lindsay Paulino

Lindsay Paulino é mineiro e se formou ator no Centro de Formação Artística do Palácio das Artes (CEFAR), em Belo Horizonte. Atuou em mais de 20 espetáculos com diretores mineiros renomados, como Eid Ribeiro, Lenine Martins, Antônio Araújo e Fernando Bustamante. É criador e intérprete de vários personagens cômicos de sucesso na internet, com destaque para Rose, a doméstica das bichas, com mais de 1 milhão e meio de acessos. Rose foi sucesso também no quadro “Famosos da internet” do Programa da Eliana (SBT). Paulino trabalhou também como apresentador do Programa Absurdo, da Rádio Extra (BH).

Na TV Lindsay integrou o elenco da série “A vida de Rafinha Bastos”, produzida pela FOX, e atualmente é contratado do canal Multishow, onde está no ar com as séries “Baby e Rose“  e “Treme Treme”, com a personagem Rose, “Xilindró”, com a personagem Xuxeta, e “Tô De Graça”, com Vilso.

No Instagram Paulino possui mais de 360 mil seguidores.

SERVIÇO:

Rose, a Doméstica do Brasil

Com: Lindsay Paulino

Direção: Adriana Soares

Local: Teatro J Safra

Datas e horários: 18/09 às 21h, 19/09 às 19h

Classificação: 10 anos

Duração: 80 minutos

FICHA TÉCNICA

Produção: LP Produções | Produtor responsável: Pedro Reis | Texto e atuação: Lindsay Paulino | Direção: Adriana Soares | Cenário e luz: Diego Benicá | Adaptação de luz: Rodrigo Marçal | Técnicos de palco: Paulo Victor e Júnior Procópio | Figurino: Lindsay Paulino | Bonecos: Paulo Emílio Luz | Preparação Vocal: Beto Sorolli | Coreografias: Alberto Venceslau e Andressa Corso | Voz em off: Luiz Arthur | Trilha Sonora adaptada: Lindsay Paulino | Gravação, mixagem e masterização: Audioartte, Maria Tereza Costa e Simon Reis | Backing vocal: Milene Vianna e Raissa Alves | Maquiagem: Rod Makeup | Projeção: Rafael Bastos | Fotografia: Hígor Almeida | Programação Visual: Daniel Augusto e Brian Neves | Imagens: Self Produções | Cenotécnica: Companhia Cenográfica | Confecção de Figurino: Sisan Confecções.

Comentários
Assista ao vídeo
cture-in-picture" allowfullscreen>