Colaboradores - Tânia Voss

Alegria e tristeza na música

9 de Setembro de 2021

Entrevista - Nila Branco lança Lilith

Ela tem uma das vozes mais belas da MPB, compositora de vários sucessos, ela fala o que pensa e responde as perguntas para a imprensa em uma coletiva virtual. Nila Branco é uma goiana que compõe e canta o amor; Acaba de lançar o CD "Lilith".  Lilith: Deusa, demônio, a primeira mulher de Adão, associada a ventos e tempestades. Este é o nome escolhido para o 10º (décimo) trabalho da cantora goiana Nila Branco que tem 25 anos de carreira.

Concebido para ser um álbum de compositoras, Lilith conta com músicas das experientes Laura Finocchiaro (RS), Sylvia Patricia (BA) e as novatas Karine Bizinoto (TO), Juliana Lima (SP), Tainá Pompêo (GO) e da própria Nila, que criou 06 (seis) músicas das 11 faixas que compõem o CD. Os poucos compositores são convidados como parceiros.

"Todo mundo que me conhece sabe, tem uma lembrança de algumas Nilas nesse trabalho..Saudades dos palcos de São Paulo. Olha, tô sempre com foco no meu trabalho, sempre buscando músicas e parcerias que tragam novidades pra mim, então vejo coisas que me entristecem como a falta de democracia nos meios de comunicação, O Brasil é rico musicalmente, antes a gente via uma coisa mais geral, mas os meios se fecharam um pouco. A nossa riqueza só está exposta na internet, gente interessante, mas os veículos tradicionais se fecharam. Não tanto pelo fato da pobreza musical, mas pelos meios fechados.", fala Nila Branco.

"Em pleno século 21 a gente vê coisas horríveis e as mulheres são vítimas de violência e se calam. Até participei  do Movimento da Mãozinha , em Goiás, e a gente conseguiu uma vitória lá,, os condomínios são obrigados a terem o anúncio e nos bares e restaurantes também,, colam o número de denúncia nas mãozinhas. Precisa acabar com isso,, vale muito mais  a sua paz, sua autoestima em dia, e a gente pode achar pessoas que nos valorizem", diz.

"Estou tentando me adaptar aos novos tempos, as gravadoras já estavam em decadência e  logo a Abril Music acabou, cheguei na xepa da música como ela era. Mas como eu tinha bom tempo de música independente, produzindo CD, vídeos, etc, não foi um mistério tão grande. Eu resisti muito a internet, mas eu fui atrás. Fiquei desiludida mas a música é a minha vida e procurei esses caminhos que estão aí. Hoje a gente administra a própria carreira e cria boas músicas.", comenta ela.

"O meu público gosta de CD formato físico mas estão em todas as plataformas digitais também. Eles gostam de colecionar, autografar e eu acho necessário", conclui a cantora.

Gravado em meio a Pandemia de Covid-19, entre 2020 e 2021, o CD Lilith da cantora Nila Branco, aborda o universo feminino sob diversos ângulos, que vão do amor, puro e simples de “Libertar” (Nila Branco/Beto Marcio), ao desencanto das relações humanas como em “Fale” (Tainá Pompêo), chegando a ser dançante em alguns momentos como em “Amor é...” (Sylvia Patrícia), lembrando a Nila do início da carreira.

Produzido por Leandro Carvalho, o CD Lilith tem previsão de lançamento digital e físico ainda para o semestre de 2021. A cantora goiana Nila Branco lançou seu primeiro CD Nila Branco 1998, inaugurando a era da música pop no estado de Goiás.

Em 2001, a música "Diversão", incluída na trilha sonora da novela “Desejos de mulher”, da REDE GLOBO, ficou entre as 10 mais executadas nas rádios de todo o país. A partir daí, vieram os contratos com gravadoras, os shows, os programas de TV’s nacionais, (Jô Soares, Ana Maria Braga, Serginho Groisman, Bem Brasil, MTV, Adriane Galisteu, Marcos Mion, Music Box Brazil, Todo Seu, etc), videoclipes, músicas em novelas do SBTe TV Record.

Nos anos seguintes vieram novos trabalhos, como o CD Seus olhos, (2003), o CD Tudo o que eu quis, (2004), o primeiro DVD Nila Branco ao vivo, (2006), o DVD Confidência, (2009) que teve a música Farsa, (Zeca Baleiro/Lúcia Santos) feita especialmente para a cantora.

Em 2012, foi lançado o CD Sete mil vezes, produzido pela artista e por Renato Faleiro. O DVD Sete mil vezes ao vivo (2014), gravado em Goiânia, teve exibição em vários canais de música brasileira e excelente repercussão nacional e internacional. Em 2018, chegou ao mercado o excelente CD Azul Anil, que veio recheado de canções inéditas, boas surpresas e teve ótimas críticas e aceitação na mídia. Nila Branco enxergou na pandemia uma janela para novos horizontes: compôs músicas, fez imersão na produção de vários projetos, descobriu novas habilidades e talentos.

Nos últimos tempos teve uma rotina intensa:

*Gravou um novo álbum, o CD LILITH, com lançamento previsto ainda para o primeiro semestre;
*Seu canto também emoldurou um espetáculo de dança, o projeto Nega Lilu, que pode ser conferido no YouTube;
*Gravou uma série musical, homenageando ícones da música brasileira, como Rita Lee e outros - ainda sem data para o lançamento;
*Fez várias lives com parceiros musicais, dentre eles o Rock & Raiz, em parceria com Almir Pessoa e Front Junior, disponível no YouTube;
Trabalhou na produção do Festival Conexão Mulheres do Brasil 2ª Edição, em São Paulo;

Lançou a convite da produtora cultural de São Paulo, Casa da Lua, a live  “Nila Branco - Acústico Ao Vivo”, com participação do violonista Daniel Trettel e do percussionista Cássio Soares. Nesse acústico Nila Branco interpretou obras consagradas de nada mais, nada menos que Gonzaguinha, Djavan, Marina Lima, Vanessa Da Matta, além das sempre pedidas (Diversão e Chama), grandes sucessos de sua carreira. Nila faz parte do melhor da MPB e se mantém com dignidade e puro talento. Salve, Nila.

Confira: https://open.spotify.com/album/6WPSw6sxYE8qDv6DM1gDwV?si=rSZ4MVfXQlG1Bk_qZuQkcw&dl_branch=1&nd=1#login

Nila Branco

Tom Brasil apresenta: Diogo Nogueira - “Samba de Verão" - dias 24 e 25 de setembro. Diogo Nogueira gravou no fim do ano passado o projeto “Samba De Verão”, uma trilogia audiovisual com três álbuns, “Sol”, “Céu” e “Lua”, gravado numa balsa na Baía da Guanabara com a vista privilegiada do Rio de Janeiro e a silhueta das montanhas da cidade ao fundo, lançados em pleno verão deste ano.

Depois do sucesso de crítica e vendas na estreia do show deste projeto em julho no Vivo Rio e com a retomada gradual dos shows, com todos os cuidados, agora Diogo leva a apresentação deste projeto “Samba de Verão” a outras cidades e chega a São Paulo, com dois dias agendados no Tom Brasil, dias 24 e 25 de setembro, sexta e sábado, com ingressos limitados, reproduzindo no palco todo o visual que compôs este audiovisual, com o cenário remetendo à mesma atmosfera do espetáculo digital.

O show traz um repertório com músicas inéditas deste audiovisual que já se tornaram sucesso, como “Bota Pra Tocar Tim Maia” – que caiu no gosto do público, atingindo mais de um milhão de views em menos de um mês –, “Ouro da Mina”, além da recente parceria de Diogo e Moacyr Luz na música “Cadê?”. Também estará no show “Andança”, uma homenagem a Beth Carvalho, e “Espelho”, de seu pai João Nogueira, assim como não ficarão de fora seus sucessos “Pé na Areia”, “Clareou” e “Sou Eu”.

Diogo retorna aos palcos, com abertura gradual das casas de shows com todos os cuidados e respeitando todas as normas de segurança e distanciamento, em formato de plateia reduzida.

Neste isolamento por conta da pandemia, Diogo se tornou referência das lives de entretenimento, cantando sempre um repertório especial e cozinhando seus pratos favoritos, e continua sendo. Desde sua primeira live há mais de um ano atrás, quando o público se surpreendeu com suas habilidades culinárias, já foi um sucesso. De lá pra cá foram mais de 12 milhões de views em suas nove lives. Lançou um livro digital com suas receitas preferidas, que foi indicado a prêmio internacional de culinária, e, recentemente, participou do Master Chef, como convidado e cozinheiro de honra, programa de enorme sucesso da TV Bandeirantes.

E como artista inquieto que é Diogo já prepara lançamento de single inédito, videoclipe e mais um segundo livro com suas receitas preferidas e que costuma fazer no fogão de sua casa para a família e amigos.

Show: “Samba de Verão”, Diogo Nogueira
Datas e horários: 24 de setembro, sexta, às 22h, e 25 de setembro, sábado, às 21h30. Local: Tom Brasil  (Rua Bragança Paulista, 1281 – Chácara Santo Antônio – São Paulo/SP – (11) 5646-2153)  Abertura da casa:  2h antes do show.

Diogo Nogueira

Biscoito Fino para ouvir - nova série de podcasts destaca Bibi Ferreira e Áurea Martins . Estreia Biscoito para ouvir, uma série de podcasts que irá comentar, entrevistar artistas e personagens importantes, além de contar histórias sobre lançamentos do rico acervo da Biscoito Fino. Para conduzir os primeiros episódios, a gravadora convidou os jornalistas Rodrigo Faour, Leonardo Lichote e Bernardo Araújo.

Os três primeiros episódios da série Biscoito para ouvir, apresentados por Rodrigo Faour - que além de jornalista é escritor e historiador da música brasileira-, destacam os álbuns "Bibi Ferreira canta Piaf" (2004), "Áurea Martins - Até Sangrar" (2008) e "Bibi Ferreira - Histórias e canções" (2017). "Quando fui convidado para esta série, o primeiro produto que imaginei foi o ‘Histórias e canções’ da Bibi, que considero o DVD mais bonito de show da história do formato. É perfeito. Num momento que vemos tanta bobagem comercial, ver uma senhora de 92 anos com a voz perfeita, pleno domínio de palco e cantando melodias imortais de vários gêneros e em vários idiomas, é um banho que eleva a nossa alma", comenta Faour.

As estreias acontecem sempre a cada primeira segunda-feira do mês, selecionando um projeto específico por edição: “O Brasil sempre maltratou muito sua memória e tudo o que eu puder fazer para colaborar para melhorar isso, farei. Já fiz livro, trabalhei em jornal, rádio, no YouTube, me faltava apresentar podcasts. Esse convite da Biscoito Fino veio a calhar e falar desses álbuns é uma delícia", finaliza Rodrigo.

Bibi Ferreira

A Bijoias 91 Enjoy, a mais importante feira de negócios do segmento de bijuterias, joias de prata, folheados e semijoias da América Latina, em São Paulo, retorna presencialmente obedecendo todos os protocolos de saúde e ainda conta com a presença exuberante da Ceo Vera Masi.

Já participaram mais de 10 mil expositores, 1 milhão de visitantes e negócios gerados na ordem de 3,5 bilhões de reais. A Bijoias é referência no setor, sendo considerada uma verdadeira vitrine de tendências devido à apurada seleção de peças dos participantes. Requinte e qualidade.

A sensualidade da próxima estação se traduz em joias da cor do Sol, com personalidades fortes e atraentes. São joais que atraem os nossos olhares com todos os dourados possíveis, brilhantes, foscos, amassados, texturizados com pedrarias ou sem.

Menos rigidez, mais fluidez, leveza e muito movimento define essa tendência que permance para a próxima estação. Aposte em peças assimétricas, metais amassados e pedraria com bordas arredondadas. Dê valor especial para os acessórios que tenham transparência e um brilho mais líquido e plástico.

A primavera vem pra renovar ainda mais a nossa energia. Aposte em cristais, figuras do misticismo, pedras energéticas e simbologias religiosas. São tantas jóias lindas que resolvemos fazer essa publicação em duas partes. 

A próxima edição acontecerá nos dias 14 e 15 de SETEMBRO, no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo. Um luxo imperdível.

Cadastre -se no site: www.bijoias.com.br

Vera Masi

Dinnal & Dorival  lançam “Só uma palavra”
A dupla Dinnal & Dorival chega com força total nas plataformas digitais, com muito modão e romantismo e vem se destacando nas paradas de sucesso e  lançam "Só uma palavra", de autoria do próprio Dorival. Essa canção faz parte do Projeto De alma e coração",e traz na melodia uma declaração de amor feita por telefone.
A produção musical ficou a cargo do maestro Pinocchio e produção de vídeo Calango Filmes. O show, foi finalizado e intitulado De alma e coração.

Em julho de 2021, Dinnal e Dorival, foram contratados pela gravadora Atração e farão o lançamento oficial do show ainda este ano, em todas as plataformas digitais

Canal do Youtube:
https://www.youtube.com/channel/UCaNA0Z2N7kZ_IEvN_UPZd_g

Dinnal & Dorival

Com profunda tristeza que nós, deste site, lamentamos o falecimento do nosso Dudu Braga II. Todo meu carinho e gratidão aos encontros, shows do RC na Veia e entrevistas que passaram e deixaram marcas positivas em minha vida. Sempre muito gentil e talentoso, deixará saudades. Nossos sentimentos ao nosso querido Roberto Carlos e família.

Dudu Braga e o Rei
Comentários
Assista ao vídeo
cture-in-picture" allowfullscreen>