Colunistas - Rodolfo Bonventti

Com “Meus Filhos, Minha Vida” o SBT encontra o caminho da audiência no horário nobre

11 de Março de 2021

O SBT acertou na mosca e viu seus índices de audiência subirem com o decorrer dos capítulos e das semanas de exibição da novela “Meus Filhos, Minha Vida”, que estreou em junho de 1984, no horário das 19h45, e ficou nove meses no ar.

Uma adaptação livre de um original mexicano realizada por Ismael Fernandes, Henrique Lobo e Crayton Sarzi, o texto final mexeu com o público da emissora pela sua simplicidade e, ao mesmo tempo, por mexer a cada capítulo com as emoções dos telespectadores, que acompanharam com entusiasmo e atenção a vida da simplória e batalhadora dona Luzia e de seus três filhos: André, Pedro e Mário, que seguem caminhos diferentes e acabam abandonando a mãe.

Com direção de Antonino Seabra e Jardel Mello, “Meus Filhos, Minha Vida” deixava a desejar em termos de produção, principalmente se compararmos ao que Globo e Bandeirantes exibiam, mas até nisso conquistava ainda mais os telespectadores fiéis ao SBT, que viam nos cenários, nas interpretações e nas cenas exibidas, uma história que poderia estar acontecendo do lado dele, ou até na própria família dele.

Ao adotarem essa simplicidade e apresentarem um grande dramalhão, mas com uma história factível de ser contada, os autores Ismael Fernandes, Henrique Lobo e Crayton Sarzi escreveram um dos maiores sucessos até hoje da teledramaturgia da emissora.  
Prevista para ter 120 capítulos e ficar cinco meses no ar, a novela foi espichada pelo seu sucesso e terminou com 230 capítulos e nove meses no ar, com um trabalho marcante da veterana Miriam Pires como dona Luzia, o que lhe valeu o prêmio de melhor atriz em TV de 1984 pela Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA).

A escolha dos atores que interpretariam os 3 filhos de dona Luzia foi acertada, garantindo a Dênis Derkian como André; Raymundo de Souza como Mário e Carlo Briani como Pedro, bons trabalhos no desenvolvimento da história de cada um, com destaque para Raymundo de Souza que teve um de seus melhores trabalhos na TV.

“Meus Filhos, Minha Vida” teve também o maior elenco já reunido pela emissora, já que passaram pela novela em participações fixas e especiais, mais de oitenta atores. No elenco feminino, além da protagonista Miriam Pires, se destacaram Patrícia Scalvi, Cláudia Alencar, Helena Ramos, Sonia de Paula, Arlete Montenegro, Wilma Dias, Eliane Giardini, Marly Marley, Célia Coutinho, Analy Alvarez, Gessy Fonseca, Bárbara Fazio, Tereza Teller, Wilma de Aguiar, Carmen Silva, Yara Grey, Ivete Bonfá e Daliléa Ayala.

No elenco masculino, além de Derkian, Raymundo e Briani, destaque também para Rogério Márcico, Hélio Souto, José Parisi, Roberto Scudero, Fábio Mássimo, João Signorelli, Gilberto Sálvio, Arnaldo Weiss, Dante Ruy, Amaury Alvarez, Cláudio Curi, Alberto Baruque, Xandó Batista, Edgard Franco, Bruno Giordano, Alexandre Dressler, Eudes Carvalho e até Mauro Alencar, que viria e se tornar um grande estudioso da telenovela, e aqui estreava como ator. 

Comentários
Assista ao vídeo
cture-in-picture" allowfullscreen>