Colunistas - Rodolfo Bonventti

Cassiano Gabus Mendes estreia no horário das 20 horas da TV Globo com uma trama policial

8 de Outubro de 2020

Com uma trama policial que envolvia um crime em uma festa e suas consequências treze anos depois, além de uma dupla de ladrões de joias simpáticos e brilhantes, o autor Cassiano Gabus Mendes chegava ao horário mais nobre das novelas da TV Globo, o das 20 horas.

Conhecido como o autor de grandes sucessos no horário leve das 19 horas, Cassiano estreava sua “Champagne” no horário mais nobre em 24 de outubro de 1983, convocando um elenco poderoso para segurar a audiência do horário, que vinha do sucesso de “Louco Amor”.

“Champagne” não é considerada como um dos maiores sucessos de Cassiano na emissora, mas não fez feio e manteve os índices da sua antecessora. O autor também teve um problema, a Censura andou pegando no pé dele e ele foi obrigado a mudar o rumo de alguns personagens.

No comando do elenco estavam Irene Ravache como Antonia Regina, uma ladra de jóias que se sente uma Robin Hood de saias, tirando dos ricos para dar aos pobres e Antonio Fagundes como João Maria, um advogado falido e que também adere ao roubo de jóias para manter o status da família.

Nas tramas paralelas destaque para um caso de adultério entre grandes amigos e que a Censura pegou pesado proibindo até mesmo o suicídio do personagem vivido por Mauro Mendonça. Aliás, falar ou sugerir suicídio nas novelas era algo absolutamente proibido naqueles anos de fim do governo militar.

Apesar dos dribles na Censura, Cassiano conseguiu dar conta do recado e apresentou uma novela interessante, ressaltada por um elenco muito competente que nos permitiu grandes trabalhos de Irene Ravache, Jorge Dória, Antonio Fagundes, Tony Ramos, Sebastião Vasconcelos, Marieta Severo, Carlos Augusto Strazzer e Maria Isabel de Lizandra.

A novela marcou o retorno para as telenovelas da TV Globo da atriz Marieta Severo, que ficou 15 anos sem atuar na televisão, se dedicando às filhas e a trabalhos esporádicos no cinema e no teatro.

“Champagne” foi vendida para vários países de língua espanhola e fez sucesso na Argentina, na Colômbia, no Peru e na Venezuela.

No grande elenco, além dos atores já citados, destaque também para Isabel Ribeiro, Eloisa Mafalda, Carlos Zara, Beatriz Segall, Carla Camuratti, Armando Bógus, Lúcia Veríssimo, Nuno Leal Maia, Cláudio Correa e Castro, Maria Helena Dias, Mila Moreira, Cecil Thiré, Solange Theodoro, Ilka Soares, Luis Carlos Arutim, Henriqueta Brieba, Magalhães Graça, Cássio Gabus Mendes, Louise Cardoso, Irving São Paulo, Lídia Mattos, Monah Delacy, Dionisio Azevedo, Ísis de Oliveira, Francisco Milani, Antonio Pedro, Priscila Rosembauen e Tânia Scher.

Comentários
Assista ao vídeo
cture-in-picture" allowfullscreen>