Colunistas - Rodolfo Bonventti

Uma comédia rasgada que uniu os talentos de Paulo Autran e Fernanda Montenegro

16 de Julho de 2020

A criatividade de Silvio de Abreu rendeu para os telespectadores, durante sete meses, momentos hilários e muito entretenimento no horário das 19 horas da TV Globo, com o lançamento, em junho de 1983, da novela “Guerra dos Sexos”.

Silvio teve a colaboração de Carlos Lombardi e a perfeita direção da dupla Jorge Fernando e Guel Arraes, para conquistar o seu maior sucesso na emissora no horário das 19 horas. 

A novela tinha como foco central os conflitos diários entre homens e mulheres que tentavam, cada um a seu modo e com as armas que possuíam, mostrar a sua superioridade.

No centro de tudo estavam os primos Charlô (brilhante trabalho de Fernanda Montenegro, que mostrou que humor também podia ser a praia dela) e Otávio (o grande Paulo Autran mostrando que na televisão também era um dos nossos maiores atores).

Guerra dos Sexos - Fernanda Montenegro e Paulo Autran
 

Charlô e Otávio, que também eram conhecidos como Cumbuca e Bimbo, começam essa “Guerra dos Sexos”, assim que recebem a notícia que são herdeiros de uma mansão e de uma rede de lojas que tinha o nome de Charlô’s.

A disputa pela herança deixa a convivência entre os dois insustentável, e nessa guerra entra também um outro casal formado pelo filho adotivo de Charlô, Felipe (um papel totalmente diferente do que Tarcísio Meira havia feito até então) e a executiva Roberta (mais um trabalho como sempre muito correto de Glória Menezes).

Muitos momentos da trama foram rasgadamente baseados e recriados em cima de cenas famosas de filmes americanos, que transformaram a trama em ainda mais interessante para o público que acompanhava a novela. Uma das cenas clássicas da novela foi a guerra de tortas entre os personagens Charlô e Otávio.

A grande vilã da história era Carolina, personagem interpretada por Lucélia Santos, que mais uma vez era destaque de uma novela global. E também havia um casal responsável por cenas hilárias da novela: a barulhenta e encrenqueira dona Nieta, vivida por Yara Amaral e o pacato e sempre honesto Dino, interpretado por Ary Fontoura.

A novela também se destacou pela quantidade enorme de grandes estrelas da emissora que puderam ser vistas em participações especiais nos quase 190 capítulos da atração. Entre eles estavam Carlos Zara, Eva Wilma, Irene Ravache, Aracy Balabanian, Mário Lago, Susana Vieira, Regina Duarte, Nildo Parente, Renata Sorrah, Nelson Dantas, Suely Franco e Renée de Vielmod, entre outros.

“Guerra dos Sexos” foi um dos maiores sucessos da TV Globo nos anos 1980, uma das maiores audiências do horário das 19 horas e consagrou o autor Silvio de Abreu e a dupla formada por Fernanda Montenegro e Paulo Autran na história do que melhor a nossa teledramaturgia já produziu.

O grande elenco fixo da novela, além dos atores já citados, contava também com Maitê Proença, Mário Gomes, Maria Zilda, José Mayer, Hélio Souto, Herson Capri, Sonia Clara, Diogo Vilela, Marilu Bueno, Helena Ramos, Edson Celulari, Cristina Pereira, Paulo César Grande, Ângela Figueiredo, Fernando José, Teresa Sodré e Leina Krespi.

Comentários
Assista ao vídeo
cture-in-picture" allowfullscreen>