Colunistas - Rodolfo Bonventti

Novela de Gilberto Braga reuniu os casais Bruna-Riccelli e Fábio Junior e Glória Pires

3 de Julho de 2020

Depois de todo o clima pesado gerado pela trágica morte do ator Jardel Filho e do término repentino da novela “Sol de Verão” onde ele era o ator principal, a paz voltou a reinar no horário da principal novela da TV Globo com a estréia de “Louco Amor” em 11 de abril de 1983, no horário das 20 horas.

Com “Louco Amor”, Gilberto Braga com a colaboração de Leonor Basséres, criou uma de suas novelas mais simples, mas que agradou ao público pelo grande e perfeito elenco que reuniu, consagrando dois casais na vida real nos principais personagens: Fábio Junior era Luiz Carlos e Glória Pires vivia Cláudia, enquanto Bruna Lombardi era a rica Patrícia e Carlos Alberto Riccelli interpretava Márcio.

O enredo contava a história de um moço pobre (Fábio Junior) que se apaixona por uma moça rica (Bruna Lombardi), mas vai sofrer com a madrasta da moça (mais um brilhante desempenho da veterana Tereza Rachel) que tudo faz para separá-los, e nessa batalha ele vai acabar se aproximando e se apaixonando da humilde Cláudia (Glória Pires).

Com direção de Paulo Ubiratan, Wolf Maya e Ary Coslov, a novela ficou pouco mais de seis meses no ar, mas levantou índices expressivos de audiência para a emissora, que chegou a perder telespectadores quando precisou utilizar uma reprise de novela no horário, enquanto “Louco Amor” não começava a gravar e ficava com vários capítulos de folga para poder estrear.

A novela marcou o melhor papel do ator José Lewgoy na nossa teledramaturgia, dando vida ao excêntrico milionário Edgar Dumont, que fez uma dupla impagável com Lady Francisco, também perfeita vivendo a divertida manicure Gisela. Os dois roubaram a cena a partir da metade da novela, não dando muito espaço para os casais centrais dominarem a trama.

“Louco Amor”, assim como já havia acontecido com sua antecessora, teve alguns problemas com o Ministério da Justiça e acabou ganhando uma classificação para ser assistida apenas por maiores de 14 anos de idade por excesso de cenas de violência e de conteúdo sexual.

A novela que foi exportada para vários países da América e da Europa, fez muito sucesso também em Portugal e na Argentina. Além de Lewgoy, Lady Francisco e Tereza Rachel, destaque também na novela para os personagens vividos por Nicette Bruno e Lauro Corona.

O grandioso elenco ainda contava, além dos já citados, com Tonia Carrero, Reginaldo Faria, Antonio Fagundes, Fernando Torres, Christiane Torloni, Mário Lago, Beth Goulart, Arlete Salles, Mauro Mendonça, Carlos Eduardo Dolabella, Bia Seidl, Otávio Augusto, Yolanda Cardoso, Rosita Thomaz Lopes, Milton Moraes, Chica Xavier, Clementino Kelé, Cláudia Costa, Luciano Sabino, Rosane Gofman, Eduardo de Micheli, Lourdes Mayer, Thelmo Faria e Glória Alves.

A novela também contou com muitas participações especiais no decorrer da sua trama, envolvendo grandes nomes da emissora como Armando Bógus, Joana Fomm, Neuza Amaral, Ilka Soares, Francisco Milani, Mauricio do Valle, Beatriz Segall, Edson Celulari e Lídia Mattos.

Comentários
Assista ao vídeo
cture-in-picture" allowfullscreen>