Colunistas - Rodolfo Bonventti

Viva a Noite, o programa que revelou o talento do apresentador Gugu Liberato

5 de Maio de 2020

No segundo semestre de 1982, Silvio Santos teve a ideia de um programa para os sábados a noite da TVS que se baseasse no sucesso da tv norte-americana, “Saturday Night Fever”, e surgiu assim um campeão de audiência para a emissora, o “Viva a Noite”.

O programa estreou em 16 de novembro de 1982 com vários quadros e a apresentação de Augusto Liberato e Ademar Dutra e com a participação fixa de Jair de Ogum. A audiência foi significativa para o horário e o programa foi fixado na grade a partir de 12 de março de 1983 e com a apresentação apenas de Gugu Liberato.

A diversidade de quadros foi sempre um dos trunfos do programa e entre eles os de maior audiência eram o “Sonho Maluco” e o “Baile dos Passarinhos”. Rapidamente o programa conquistou os telespectadores, principalmente o público jovem feminino, e transformou o seu apresentador em um ídolo nacional.

Nessa época, o “Viva a Noite” era o campeão de audiência nas noites de sábado, vencendo o “Supercine” da TV Globo e o “Perdidos na Noite”, sob o comando do novato Fausto Silva na TV Bandeirantes. Ele foi o primeiro programa a patrocinar a vinda do grupo jovem Menudo para o Brasil e lançou, com produção de Gugu Liberato, o grupo brasileiro Dominó, dois fenômenos de vendagem de discos e shows nos anos 1980.

O programa ficou no ar sob o comando de Gugu Liberato até 1992, ou seja, por quase 10 anos, e com absoluto sucesso, registrando índices de audiência que nenhum outro programa lançado pelo SBT nesse mesmo horário conseguiu, posteriormente. 

Foi a consagração de Gugu Liberato que em seguida passou para dominar as tardes de domingo da emissora e substituir a altura o seu patrão e principal mentor na TV, Silvio Santos.

Em 31 de março de 2007 o “Viva a Noite” passou por uma completa repaginação e voltou ao ar, agora sob o comando da cantora baiana Gilmelândia e com a participação fixa do cantor e ator Supla, que fazia reportagens especiais com cantores e grupos musicais.

O programa saiu do ar em 29 de dezembro de 2007 com um cenário todo na cor roxa e muitas luzes por todo o palco, além de dois globos de espelho. A cantora Gilmelândia não fez feio no comando do programa, mas não conseguiu substituir Gugu no gosto dos telespectadores. E assim terminava a jornada de um dos campeões de audiência e publicidade da emissora de Silvio Santos.

Comentários
Assista ao vídeo
cture-in-picture" allowfullscreen>